Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

É o céu que muda de lado...

É o ceu que muda de lado
a lua um vômito no vaso
a metafisica entalada na garganta
sai nao sai nao sai

vontades verdes veladas
por vistas gris de geladas
Deus em janela cerrada?
Sei nao sei nao sei

Tropêço no tapete estropiado
Cortina cortante revelando esfolados
é Tudo que gira em ritmo alucinado
por detras dos abismos... olhos parados

VII

Los apresurados
pasos gotean la calle
lluvia de ruidos.

V

Sentidos eufóricos
palavras, dança, papel
cheiro de café

Erótico

Meus dedos em transe desnudavam sua pele e alcançava sua alma, num extase nostálgico e mareado de quem não sabe ser feliz. Meus dedos em extase desnudavam sua mente, numm transe de palavras sem sentido, de quem não sabe se expressar. Meu transe em extase, em transe... nos meus dedos...é verdadeiro... e nada mais...

IV

Pássaro bate asas
desesperado diante o
vidro de minh'alma.

III

Borboletas de
asas de ferro cortando
cidade em ruídos.


*Em homenagem a poetisa Luna Steinherz e seu livro "borboletas de ferro": http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/733345

Vale a pena passar lá.