Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010
Ah, Penelope, no fim da tarde beijo seus dedos machucados e afasto o sangue com minhas lágrimas.
Ainda assim não te questiono porque não entendo de arte abstrata.